h1

Molina Remix

J outubro, 2007

Habilidoso nos trabalhos manuais e autodidata, Manuel Molina construiu, durante 30 anos, centenas de bonecos e objetos em miniatura, movimentados por engrenagens mecânicas rudimentares. Denominados por ele mesmo de geringonças, as composições construídas em bancadas com o auxílio de polias, roldanas, barbantes e cordas, acionados por um motor, retratam cenas do cotidiano brasileiro, do campo e das pequenas cidades. Seus personagens feitos de madeira, gesso ou argila, com figurinos confeccionados em pano, encantam por seu aspecto pictórico e lúdico e pela riqueza de detalhes e harmonização de movimentos. Não é à toa que era carinhosamente chamado de Mestre.

molina.jpg

molina2.jpg

Agora, a Mostra Sesc revisita os trabalhos do Mestre com o Projeto Molina Remix: sete artistas (Eduardo Srur, Caixa de Imagens, Jum Nakao, Renzo Assano, Mario Ramiro, Arnaldo Pandolfo e Lali Krotozynski), de diferentes linguagens, foram convidados a fazer uma releitura das obras dele. E, após alguns meses de negociação e muita conversas, começaram a enviar seus croquis, estudos e propostas de trabalho. Veja alguns dos que a gente recebeu até agora:

Eduardo Srur
 

eduardo.jpg

Caixa de Imagens

caixa.jpg

Sinopse do espetáculo – “Molinamentos” (título provisório)
 
“Espetáculo individual, com aproximadamente três minutos de duração, baseado na vida e obra de Mestre Molina, com manipulação de bonecos miniaturas sem linguagem verbal. “Molinamentos” trabalha com as proximidades e particularidades comuns entre o trabalho do Caixa de Imagens e o do Mestre Molina. Assim, fala da alegria do brincar, do criar, do dar vida ao inanimado de forma delicada e prenhe de detalhes considerando o manipulador como o motorzinho da gerigonça movido pelo olhar cúmplice do espectador”

Renzo Assano

renzo.jpg

renzo2.jpg

Proposta do projeto – “Controlador synth”

“O trabalho consiste em: um sintetizador de som com diferentes módulos; equipamentos de áudio, e um display com robôs pintores. O sintetizador controla os robôs, que liberam tinta à óleo sobre uma chapa de ferro galvanizado. À medida que a chapa é preenchida, é registrada uma foto da pintura, que será removida com solvente e estopa, limpando totalmente a chapa e assim possibilitando uma nova pintura. Esse processo será à critério e de responsabilidade do artista que periodicamente fará esses registros e limpará a chapa. O sintetizador, funciona através das conexões entre os módulos, que ligados ao mixer, geram sons, que passam pelo display e em seguida são reproduzidos em alto-falantes embutidos à máquina. Existe uma divisão no synth, que é composto por diferentes módulos. Cada módulo possui uma entrada e uma saída de áudio.”

Lali Krotoszynski

lali.jpg

lali2.jpg

Proposta do projeto – “Geringodança”

“Representação pessoal do ofício de dançar- coreografar dividido em duas etapas.

Etapa 1: processo de produção junto ao público
– Quatro elementos cênicos inspirados no universo do mestre Molina distribuídos no espaço na frente de painéis brancos (fundos) ou contra parede branca com iluminação uniforme apropriada para fotografar: 1 cadeira, 1 escada, 1 superfície colorida redonda, 1 varal com tecido pedurado.
– Ao longo dos nove dias de produção o público será convidado a interferir físicamente com os elementos cênicos. As intervenções serão registradas e processadas através do software Bodyweave desenvolvido por mim. Ele propõe um processo lúdico para a composição de animações sonorizadas . Estas, serão produzidas durante o período de produção com acompanhamento do público. Como parte do conceito da Geringodança, o material musical que a ser inserido no software será extraído de gravações de caixinhas de música.

Etapa 2: exibição que dança no espaço
– Utilização de dispositivo já existente para projetar  as animações produzidas na etapa 1 em vários locais do espaço expositivo.”

Arnaldo Pandolfo

pandolfo.jpg

Proposta do projeto – “ MOvimentoLINA “

“Mestre Molina em ação, fazendo um de seus brinquedos. Foram utilizados dois paradoxos na produção desta peça:
1- Molina utilizava muito arame na confecção de suas pecas, então fiz Molina de arame;
2-O Mestre colocava tudo em movimento, então fiz a peça movimentá-lo.”

Mario Ramiro

bancadagalena1.jpg

 

Apropriando-se de um repertório resultante de uma pesquisa dedicada aos fantasmas e espectros, Mario Ramiro cria um diálogo com a bancada Palácio dos Fantasmas, de Molina.

Jum Nakao

jum.jpg

Proposta do Projeto – “Geringonças animadas pelo sopro do vento”

“Em termos simplificados seria uma câmara escura – sala onde as projeções acontecem – e uma cochia exposta – sala onde a magia se revela expondo as engrenagens, ventuinhas, canos e iluminação para projeção.

Sala das sombras:
sala escura, teremos projeções de sombras, remetendo as lembranças, inspirações e sonhos.

Sala das geringonças, do vento e da luz:
sala das geringonças animadas pelo vento produzido por mini ventiladores de computador e projetores que lavam com sua luz estes objetos projetando suas sombras na sala escura.”

Anúncios

5 comentários

  1. Affff, quanta coisa trabalhosa!!!


  2. Achei bacana saber dos projetos de vocês.
    Já enviei para o Sesc o material do meu projeto para anexar aqui. Espero ver isso logo no ar para, daí, trocarmos algumas figurinhas! Estou trabalhando no remix do “Palácio dos Fantasmas” do Mestre Molina – uma bancada “fora da casinha”, algo de arrepiar!

    Abraços, Ramiro


  3. […] de blogs Agustina Comas Dimitre Lima Drew Flaherty Jum Nakao Klaus Haapaniemi Luc Latulippe molina remix Namídia Assessoria de Comunicação Pop Design Tord […]


  4. A presença das bancadas do Mestre Molina dá uma força toda especial para a mostra. Por elas podemos perceber a genialidade simples e direta desse artista de origem popular, que consegue nos encantar com sua arte “low tech”. Como laboratório, a mostra tem sido uma experiência ótima. O contato com o público também é sempre muito bom e com isso a gente consegue aproximar as pessoas junto da arte contemporânea.


  5. Achei bastante interessante as fotos.
    Entrei no site por acaso, enquanto buscava um modelo de bonecos movidos por um catavento, algo simples para animar meu jardim.
    Se tiver um modelo com o esquema de construção, eu agradeço.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: