h1

A Cidade como Protagonista

J novembro, 2007

Se você não vai até a galeria de arte, a galeria de arte… No projeto ½ LAB, proposto pelos artistas do Espaço Coringa, um ateliê audiovisual é montado em pontos de grande circulação da cidade, em um trabalho inédito desenvolvido para a Mostra.

Imagens da cidade são captadas de diversas formas e depois projetadas, tudo contando com a interatividade do público. Neste momento, o grupo se apresenta em São José dos Campos, na itinerância da Mostra e entre os dias 15 e 22 (exceto dias 19 e 20), o Espaço Coringa vai trazer o ½ Lab para a Capital, em locais como o Largo Santa Cecília, o Largo do Arouche, a Praça Roosevelt, o Sesc Consolação e a região do elevado Costa e Silva, também conhecido como Minhocão. Os integrantes do Coringa Anderson Rei, Gavin Adams e Guilherme Werner contaram como anda o trabalho.

 meiolab4_sjc_editada.jpg

Intervenção do Coletivo em São José dos Campos. O grupo fica na cidade com o 1/2 LAB até amanhã, dia 10.


Como está o projeto neste momento?
Nós conhecemos bem os locais onde vai rolar o ½ LAB na Capital. Ter escolhido a região do Minhocão foi uma junção de coisas. A gente já queria trabalhar nessa área e, quando apareceu essa oportunidade do Sesc, tudo deu certo. O processo de itinerância está valendo a pena para termos um preparo na hora de enfrentar as projeções na rua. Já estamos fazendo em Piracicaba e em São José dos Campos, e além de ter gerado muito material nas experiências daqui, isso colabora para praticar um trabalho legal na região.

Por que vocês escolheram essa região do centro de São Paulo para trabalhar?
É uma regiao interessantíssima, com um cruzamento entre bairros. O Minhocão cria uma cisão na cidade, é polêmico, tem diferentes públicos, alta densidade populacional, mistura tribos, tem a carga histórica da ditadura, a Boca do Lixo, a prostituição, o Maluf. Tudo isso cria um caldo cultural muito interessante para um projeto como o nosso. Outro quesito é que a região é um ponto de alta circulação. Pensamos em atingir as pessoas em um momento em que elas não esperam ver um trabalho de arte. A idéia é facilitar esse acesso, pegar esse olhar fresco da surpresa. Trabalhamos a imagem na cidade em um contexto fora do comercial. Estamos acostumados a ter uma relação com a imagem sempre de propaganda, e a natureza do que projetamos vai na contramão desse processo, tentando criar um discurso aberto e gerar reflexão entre as pessoas. 

meiolab6_pira_editada.jpg

Projeção no Sesc Piracicaba, que recebeu a o “ateliê visual” do Coringa na itinerância, de 30/11 até sexta passada, dia 3    

Como vocês chegaram na idéia final? O que mudou do projeto inicial até este momento?
O projeto é novo, mas já vinha se desenvolvendo antes da oportunidade de exibi-lo na Mostra. De fato, a novidade é a questão da itinerância, e de gerar isso em um espaço público. A plataforma e a maneira de trabalhar a gente vinha experimentando. A cidade nos devolve essa circulação em situações inusitadas, imagens novas e coisas que não esperamos a cada dia.

Como está sendo essa participação do público?
Uma coisa muito legal que não imaginávamos e que vem acontecendo é que atingimos outros coletivos, como Garapera, que estão trabalhando com a gente em Piracicaba e São José dos Campos. Também rolou uma troca entre outros artistas que estão na itinerância, como Jorge Peña e a Letícia Sekito, do projeto Instantâneo. O ½ LAB funciona em dois períodos diferentes do dia, bem marcados. Durante a tarde a idéia é trabalhar como um ateliê, então atingimos mais o artista, ou as pessoas que têm algum interesse em arte. À noite o caráter é de exibição, então isso atrai pessoas de todo o tipo. Gente que está passando por perto e por um tempo pára para olhar, como também outros que se aproximam e querem saber como tudo funciona, principalmente as crianças.

meio-lab-037_editada.jpg

Na proposta do Espaço Coringa, o público também participa…

meio_lab_2editada.jpg

…escolhendo, do “acervo” do grupo, imagens para a projeção.

1/2 LAB – ESPAÇO CORINGA 

Captação de imagens aberta ao público – 15h30 às 17h30
dia 15 SESC Consolação
dia 17 Largo Santa Cecília
dia 18 Minhocão
dia 22 SESC Consolação

Exibição das projeções – 19h às 21h dia

16 Praça Roosevelt
dia 17 Largo Santa Cecília
dia 18 Minhocão
dia 21 Largo do Arouche
dia 22 SESC Consolação

Grátis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: